terça-feira, 3 de abril de 2018

2017

Entre os quase infinitos problemas que afligem minha mente, um deles é fixação com números, letras e palavras. Tem meses que eu não gosto justamente porque seu nome é composto de muitas letras que me irritam ou porque o som da palavra me incomoda. Sem sacanagi, como ser feliz em fevereiro ou outurbro? Não sei. E eu detesto o número 3 e o número 8 (que bom que esses dois números comporão minha idade no ano que vem e sim, estou fazendo 83 anos), por exemplo. Daria pra continuar indefinidamente com essa insanidade, mas o importante (importante, ahhahahahah) é que eu acreditava que 2017 seria um ano mágico, por motivos de 17

Eu terminaria o mestrado, iria pro doutorado, tava com a vaguinha fora do país 92% na mão, tava com uns projeto sentimental aí, a família tava sossegada, os amigos eu já tinha perdido todos pra doenças psiquiátricas ou vida acadêmica mesmo, parecia que tava tudo bem. Só que exatamente um ano atrás, quando março findou-se, foi com ele todo o aparente sossego e minha vida virou do avesso e parecia que eu tinha sido sugada pro mundo bizarro do superman.

Aí, numa vibe bem diferente daquela de 2013/14, em que eu não tava conseguindo viver comigo mesma e tava bem difícil existir, eu entrei numa vibe em que está bem difícil de viver COM OS OUTROS. Igualmente difícil de existir, mas pelo menos eu estou ok com a minha cabeça. Ok que no caso é barely hanging in there, mas é o que temos.

De modos foi por isso que os posts pararam. Porque estou AMARGA. Porque estou RUDE. Me preocupou um pouco que a galera de 2013 fosse sugerir tratamento psicológico novamente (não que não precise), porque eu não teria estrutura pra não mandar tomar no cu.

Só que todo dia eu passo por coisas, vejo coisas, penso coisas e COISAS ALL THE TIME, que são sempre transformadas em longos posts com um bilhão de caracteres que só as mesmas 25 pessoas leem e comentam no meu email porque ficam com vergonha de comentar aqui, mas sempre foi meu jeito de por pra fora e agora eu tô guardando pra dentro e parece que vou explodir!

Pois este então é um post DISCLAIMER por tempo indeterminado: o blog volta (ou eu espero que, porque muitos rascunhos tão só dentro da minha cabeça mesmo e eu não tenho tido muito tempo livre pra escrever, porém tentando), só que volta um tantinho mais obscuro e amargo. Pode ser que nem todo post seja engraçado ou divertido de ler, pode ser que você pense "vish, vou dar unfollow nesses feeds aqui pois não mereço" e tá tudo bem.

Se tudo der certo, com o tempo, eu vou recuperando a alegria de conviver com o próximo. Vai ser difícil, porque já não era minha especialidade e foi TANTA rasteira que eu tomei que abalou consideravelmente minha fé, mas é o que temos.

Talvez a gente tenha que trabalhar com sistema de gatilhos, porque no ano passado eu passei por (ou processei) situações de assédio, abuso, suicídio, traição. Foi pesado MESMO. Então tem muito post entalado na minha cabeça sobre essas coisas e pode ser que você não queira ler isso.

Mas também, depois que eu saí do cativeiro do doutorado, ainda que temporariamente, eu li 8 livros em 3 meses, tô lendo 4 ao mesmo tempo agora, escrevendo um, tentando escrever uma historinha curta de ficção e ressuscitar o wattpad (ou criar? acabei de ver que perdi a conta lá e outra DESGRAÇADA tá usando meu ssaneva QUERO MATA), então se o ritmo permitir vai ter coisas agradáveis também. Eu ia escrever BOAS, mas a quem queremos enganar, não é? Tem muitos entretenimentos (livros, seriados e até mesmo FILMES) sobre os quais eu quero falar, pra não desgraçar minha cabeça sozinha e etc.

Só quero que a gente fique combinado que ninguém precisa me sugerir tratamento, pois isso já está providenciado. Também não precisa se preocupar quando eu vier exorcizar as histórias horríveis que eu passei ou aceitei recentemente, porque elas estão resolvidas dentro da minha mente, mas por pra fora é uma forma de enterrar e escrever a lápide, sabe como é? Eu perdi muitos amigos literal e figurativamente por causa de alguns desses acontecimentos, eu preciso deixá-los ir.

*****

Bom.

Ano passado eu fui assistir The good place e eu vou dar um spoiler aqui, então se você tem intenção de ver ou está vendo e não acabou a primeira temporada ainda, favor parar de ler este post aguardar os próximos, ok?

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Eu e ambos os dois meus irmões tivemos a mesma impressão com relação a essa série: ela é real. E o good place (= inferno) é aqui, onde nós já estamos. Se a gente fizer um mashup com Lucifer, então, eu acho que fica comprovado. Praqueles de vós que não acompanham, o inferno de Lucifer (a série da fox/universal, no caso), ele é composto de um looping infinito. 

Agora, vai dizer que não é nossa vida? Uma repetição sem fim de coisas que parecem boas, têm potencial pra serem boas, mas é tudo uma bosta?

Todo dia parece que meu despertador tá tocando, ou que eu tô na sala abafada e insalubre com sol demais no trabalho. Cê nunca para e pensa "nossa, tô aqui nessas férias na europa, nem me dei conta" enquanto contempla folhas de outono caindo numa ruazinha no País de Gales. É sempre MAS MEU DEUS É TERÇA FEIRA TRÊS DA TARDE NOVAMENTE E TÁ CALOR DE NOVO E EU NÃO CONHEÇO NADA ALÉM DO INTERIOR DESTE CAMPUS. 

Fora isso, cê acha que a vida é maneira porque no fim de semana cê pode ver um seriadinho, no feriado dá pra viajar pra praia ou uma cidadezinha em Minas Gerais, uma vez por ano dá pra ir pro exterior, mas pensa que vida cu é essa que você se mata de economizar pra passar 5 dias em outro país, vivendo de miojo e kissuco local, num airbnb ou hostel, que dá medo de deixar seu carregador do celular em cima da cama enquanto cê toma um banhinho num chuveiro ruim.

E isso é o CHIQUE CLASSE MÉDIA, né, meu bem? Que ontem mesmo eu tava depositando dinheiro na conta de uma conhecida que não tinha O QUE JANTAR, pois menos de um real de saldo. Todo dia uma vaquinha diferente pra ajudar um animalzinho em necessidade, um pedido de doação de instituição de caridade que ajuda pessoas ou animais.

Todo dia um músculo arregaçado diferente na academia, na ânsia de ter uma figura aceita pela sociedade ou até mesmo descontando o stress de trabalhar num lugar horrível e cercada de idiotas, todo dia uma falta d'água na hora do banho, todo dia alguém que esqueceu de comprar água de beber no ambiente de trabalho, uma pessoa colocando leite ou animais na minha comida, um pedaço do carro que cai porque ele já tem 20 anos, um pote de maionese que eu tinha escondido na geladeira pra comer mais tarde e alguém encontrou e comeu tudo e ainda deixou o pote na pia pra você lavar.

Todo dia é um saber que tom ellis, sam heughan, matt lanter e ioan gruffudd existem no mesmo planeta que você e jamais saberão que você tá por aqui gastando oxigênio e recursos naturais ao mesmo tempo que eles. 

O resumo é que a vida é essa repetição de merda infinita. Praqueles que não acreditam em nada, eu me pergunto mesmo como que é viver um dia após o outro sem a esperança de que isso não seja o fim ou aceitam que é o que tem. Pra mim, que nem sei se acredito em alguma coisa nessa vida, eu só me pergunto se de repente eu já não fiz muita cagada numa vida da qual nem me lembro e isso é só o inferno onde tô pagando meus pecados.

Provavelmente é o último.

E essa é a vibe milarga 2018. Fiquem ligadinhos!






quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

maridos 2018 - 01 poco de fé na humanidade

Num ano em que a pessoa (no caso, eu) confessou em voz alta em diferentes oportunidades que esse homem:


tira sua capacidade de concentração, eu realmente não sei muito o que fazer além de vos trazer a...

LISTA DE MARIDOS 2018!!111

Que melhor forma teríamos de ressuscitar esse blog, non?

(E, sim, é verdade. Eu não sei o que eu faria se Marmelo Odebréxi surgisse na minha frente, esse homem abala meu psicológico e eu sei que tá errado, but the heart wants what the heart wants *escreve cartinha pra cadeia*.)


Também foi o ano que eu vi um marido ao vivo pela primeira vez????


Josh Radnor a uns 3 metros da minha pessoa, cantando uns indie folk e eu desidratando de chorar porque comprei o ingresso errado e não tinha meet&greet. Inclusive esse shom merecia um post só pra ele, porque vou te contar.

AAAAAAAAAANYWAY, isso agora é passado e vamo nóis pra lista 2018 - exercício 2017.

Primeiramente eu quero dizer que vai ter spoiler e não é pouco das seguintes séries:

  • Liar
  • Jane the Virgin
  • Crazy ex-girlfriend
  • Salvation
  • Lucifer
  • Outlander


Pode considerar área de risco deste ponto pra baixo, não tem outros avisos. TEJEM ADVERTIDOS.

"Nossa, mas tem necessidade de spoiler?????"

Tem sim, por motivos que a avaliação este ano tem dois pesos: a beleza do jovem FEAT. a qualidade do personagem que ele interpreta. 

Nesta lista tem vários bofe que acabaram fazendo o requisito por motivos de personagem muito bem escrito. O que é bom e ruim. Bom, porque a gente tem fé no bom exemplo e ruim porque eu jamais encontrarei um homem assim no mundo real, de modos que estou oficialmente incapacitada para relacionamentos não-imaginários.

QUE SEJE.

Here we go.



Pelos critérios da lista deste ano, Ioan ficou de fora. O homem continua lindo? Sim. Mas não tem A MENOR condição de sobreviver ao personagem dele em Liar. Nunca na minha existência eu pensei que sentiria nojo desse indivíduo, mas aconteceu. Daqui a pouco já passa, mas pra esse ano, Ioan é só uma memória bonita em nossos corações.

(aquelas)

Então quem que fez o requisito, linda?

O top 7 no caso teve um empate no primeiro lugar, mas em sétimo temos:

Justin Baldoni



Como o amor nasceu: Justin quase que não faz o requisito. 



Jane the virgin foi a primeira série que eu vi no ano passado depois que saí do cativeiro. Como eu vi tudo numa tacada só, não demorou pra eu achar que Rafael era um baita dum homão. Eu DETESTO personagens banana e Michael, a outra vértice do triângulo, é um dos piores personagens que eu já vi na minha vida. Era impossível torcer por ele. 

I watch it for the plot

Nem tudo são flores

topete e gola alta e tons de marrom e essa barba sos SAI DAQUI

Massss, Rafael é um playboy rico e mimado, de modos que ao longo dos episódios fica difícil defender também. Chega um momento em que você desiste da briga #teammichael ou #teamrafael e você vira TEAM NINGUÉM. 


Quando a terceira temporada começou, dava vontade de EXPLODIR o Rafael e eu garrei implicância com seu intérprete, tireilho da lista e segui com minha listinha de seriados. Mas aíííí, me deparei-me com o seguinte vídeo

don't lose hope :´)

e Justin voltou aqui num glorioso último lugar.




Tem muitos minutos, mas vale a pena todos.

Então assim, no balanço de personagem bosta, ator gente boa, taí Justin na lista.



amorômetro: ♥


Scott Michael Foster

bonito ou branco?


Como o amor nasceu: Tava eu sofrendo com os crush de Rebecca Bunch como se ela própria fosse eu (a doença psiquiátrica é diferente e os boy não me amam tanto assim, não sei por que me iludo), chorano a ausência de Greg (aguarde), quando chega Nathaniel Plimpton III, com o nome mais idiota que existe, assim como sua personalidade e lá vai vaneça descendo o morro da vó salvelina dos crush nadavê.




Nem tudo são flores

mas que caraio é esse cabelo meu senhor dels


exato

Além de ter um nome idiota, o personagem do nosso amado Scott é meio bobalhão. O típico rico-branco-hétero autocentrado. MESMO ASSIM, quando a mulher que ele quer pegar começa a demonstrar que tá dando defeito (defeito sério memo, tipo internação hospitalar), ele tenta ajudar do jeito que pode, do jeito que sabe. Ela precisa de um tempo, ele dá. Ela tenta se matar, ele revira a história da própria família pra tentar entender melhor como é ter depressão e chegar ao fundo do poço, só pra apoiar essa mulher.


YOU GO, NATHANIEL!


Aí quando você conhece a família dele, você entende a razão de ele ser do jeito que é e perdoa Nathaniel das babaquices, porque ele tá sempre tentando melhorar.

E é por isso que ele é nosso sexto lugar na competiçón!


Sexto é quase primeiro!



quem sabe ano que vem, né? hihiihihihi






amorômetro: ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥



Santiago Cabrera



Como o amor nasceu: Eu tava lá inocentemente tentando zerar o catálogo sci-fi da netflix e Salvation apareceu na minha frente. Depois disso, alembrei que ele vinha a ser Isac Mendez (ou qualquer coisa do tipo) em Heroes e agora eu ligo a tv, ele tá lá sendo lindo com uma cara diferente.


Sobre o ator eu não sei nada além de que ele vem a ser Chileno e é muito bonitinho quando ele fala espanhol pelos cotovelos. Entrou na lista por interpretar Darius Tanz, um jovem inglês (ou criado na Inglaterra, tanto faz, o sotaquinho tá lá) que é um gênio e provavelmente vai salvar a Terra de uma colisão com um asteroide ou dar origem ao que conhecemos como a série The 100. Nunca se sabe. 


Darius é lindo, rico, inteligente, arrogante e etc, mas eu gosto muito da maneira como ele se comporta com relação às mulheres. Ele dá o nome do amor da vida dele pro sistema operacional que ele cria. Mas eles não estão juntos, suas vidas tomaram rumos diferentes. Ele conhece outra mulher, fodona e poderosa, se apaixona, a mulher do passado volta e cê pensa "bom, mas é claro que agora ele vai querer retomar o passado de onde parou etc", mas nããããão, ele é honesto com as mulher tudo, diz pra mulher do passado que o timing passou e pra mulher do presente que respeita o momento dela e que tá disponível pra salvarem o planeta juntinhos.


Nem tudo são flores


Infelizmente, esse jovem É AS FUÇA de uma pessoa do mundo real que eu quero ralar na brita, então cada vez que eu olho pra ele e penso "ain, tão bonito", imediatamente eu fico com ódios que quero que o asteroide caia bem no meio da testa dele. Tenho culpa de ter nenhum equilíbrio mental? EU ACHO QUE NÃO.


De modos que é por esse motivo que santiago caiu tantas posiçãs na lista.


Em breve teremos mais temporadas de Salvation e nunca se sabe, né, kirido?





amorômetro: ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥



Dwayne Johnson



meu deus do céu, olha esse homem

sério, olha:

sos


Como o amor nasceu: Pra ser bem sincera, nasceu enquanto Maui, o semi-deus, cantava nas minhas orelhas a trilha sonora de Moana.

brigada mesmo kkkk

De qualquer forma, tem uma frase que eu digo desde que descobri que pessoas estão conectadas ao planeta pela irrevogável força da gravidade: o sonho da minha vida é um dia me pegar com um homem que me levante do chão usando unica e exclusivamente um braço só. Bom, acho que é visível que temos aqui um forte candidato. E ele ainda canta +_+



Lógico que Maui é um personagem ótimo, que eventualmente resolve fazer ~o bem~. E que uma das suas melhores características é não ser movido por nenhum interesse romântico, aleluia, oremos. Mas aqui acontece um caso de que parece que o ator é mais legal que os personagem tudo junto. De formas que mesmo com Maui e professor whatevs em Jumanji (nunca pensei que eu teria motivo pra ver Jumanji na minha vida, já que o primeiro filme foi um grande cocô mole), Dwayne está nesta listinha por ele mesmo enquanto cerumano.



Nem tudo são flores


Mentira! São sim! Eu não consigo achar defeito nesse homem, nem com essa brusinha de gola alta marrom, essa pochete e esse jeans errado. Nem nos tempos daquela lutinha nadavê. The Rock homão maravilhoso socor meldels acode.



Pra ser bem sincera, eu não achei que ele perderia o primeiro lugar este ano, viu? Mas tá aí, em quarto lugar...



Espero que você não fique chatyado comigo, pois ainda aguardando ser levantada do chão com um bracíneo só :)




amorômetro: ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥


Santino Fontana


Olha, eu sei que ele não é exatamente unanimidade em termos de beleza, mas vocês me dê licença pois apashonada, ok? E sempre pode ter outras vantagens~




Como o amor nasceu: Agora as historinhas ficam um pouco mais complexas, porém igualmente horríveis. Quando eu me libertei dos horrores da vida acadêmica, muita coisa tinha ficado mal resolvida na minha vida e eu estava exausta. Até porque em 3 anos todas as "férias" que eu tirei no trabalho foram pra poder passar mais horas por dia estudando. JÓIA. De modos que no segundo semestre de 2017, quando eu consegui 10 dias pra descansar, eu me instalei na frente de uma tela de televisão e por lá fiquei por 240 horas. Quando tava perto de zerar o catálogo assistível da netflix, surgiu Crazy Ex-girlfriend como opção, que eu só não ignorei pois meu BFF disse que era bom.

No começo nem parecia bom não, mas eu me apaixonei instantaneamente pelo Greg e ainda pensei "certeza que é uma participação de um episódio só, pra me convencer a continuar vendo e sumir". Não era.

Pra mim, Greg foi um dos melhores personagens masculinos do ano passado. Era um cara sem perspectiva em todos os aspectos da vida, que colocava sempre nos outros a culpa por não sair do lugar. Aí um dia ele acorda e começa a tomar as rédeas da vida na própria mão e a acertar as cagadas todas.

No processo, tinha Rebecca. Ele se apaixona por ela JUSTAMENTE porque ela não se apaixona por ele. Quando ele se dá conta que ele tem um problema que precisa de tratamento, ele eventualmente percebe que ela também. Mas ela ainda está em negação e ele respeita isso, respeita a si mesmo e se afasta, mesmo sabendo que ele ama aquela mulher. E ele faz isso de um jeito muito bem escrito, sabe? Eu não gosto nem de pensar, porque foi uma fase meio ruim na minha vida e eu projetei amor num personagem de ficção, então foram muitas horas choradas na frente da televisão.


Nem tudo são flores


O problema foi esse aí mesmo, o jovem simplesmente saiu da série e ficou aquela sensação de E MEU SHIP?????? E EU???? Fiquei muito bad vibes por alguns dias, inclusive eu nem queria mais ver a série AÍ VOCÊ SINTA O DESEQUILÍBRIO EMOCIONAL DA PESSOA. Eventualmente meu cérebro voltou a funcionar e cá estamos nós vivendo normalmente e colocando Santino num suave terceiro lugar.


Dá pra dizer que é o segundo lugar, se a gente considerar que os dois próximos estão empatados em primeiro, né?




Se não tivesse saído da série, poderia estar em primeiro lugar, mas nããããão, foi ser poliça numa série CHATÍSSIMA com j-lo, aí não tem quem consiga continuar, kirido!111

amorômetro: ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥


****

Então agora tem essa dificuldade aí do primeiro lugar. Há dias estou tentando balancear os critérios pra desempatar, mas eu.não.consigo.

De modos que a ordem de apresentação dos jovens será apenas a ordem em que eles entraram na minha vida, não tem nenhum na frente do outro, eles estão empatadíssimos em primeiro lugar. Neste ano a bigamia venceu, mores.

Fiquem agora com os meus maridos 2018:


Tom Ellis






Como o amor nasceu: desculpa vó, desculpa brasil, mas o negócio é que eu tô amano o anjo caído, sinto muito, MAMA I'M IN LOVE WITH A CRIMINAL AND THIS TYPE OF LOVE ISN'T RATIONAL IT'S PHYSICAL (pensando bem, até marmelo odebréxhi cabe nesses versinhos, NÃO, PÉRA).


Mas é isso aí, eu miapashonei por esse homem assistindo Lucifer, não tem como explicar de outra maneira.


Calmo.

Eu não sei se vocês sabem, mas eu fui criada pela inquisição. Ousseje, quando apareceu na locadora da internet o lançamento dessa série, inclusive como sugestão pra minha própria pessoa, eu esbravejei, questionei a sanidade da humanidade, chamei de mau gosto, fiz drama e proibi qualquer pessoa insana o suficiente pra assistir de comentar comigo ou perto de mim. Quem foi sabe. 

Aí um diiiia, minha irmã chegou em casa falando que tinha visto e gostado e eu UÉÉÉÉÉ, pois a inquisição que criou uma criou outra, mas já bem perto de não ter mais o que ver na tv, eu dei play.


E FODEO.

Cê questiona toda sua vida perguntando se é isso mesmo, se você tá lá torceno pro próprio demonho, inclusive bastante encantada pela sua pessoa. 


POIS É.

Nem tudo são flores




Depois de um tempo a coisa fica meio errada d+++ e cê vai por aí procurando no imdb provas de que não é só as vibe sedutora e olhos cheios de delineador (por que isso não é uma moda mundial, homens de delineador? vamo celebrar homens com olhinhos contornados, minha gente!) e vai assistir coisas que você tá adiando há anos, como por exemplo, Miranda.

Eu já era apahonada por Miranda Hart fazia muito tempo, não sei por que caraios não tinha parado pra ver a série direito e na ordem.

Aí, meu amigo. Lascou-se de vez. Gary é um homem maravilhoso e o estrago tava feito.


É muito fácil explicar a razão de Gary ser um personagem incrível: ele é obviamente apaixonado pela Miranda, uma mulher completamente fora dos padrões. Isso nunca entra em questão. Nada. A forma física, a falta de jeito, as merdas que ela fala, eles arrotam um na cara do outro, não tem a ~sedução convencional~ de comédias românticas. Gary é aquele personagem do homem que é bonito e não sabe disso, ele também é meio desajeitado, as coisas nem sempre dão muito certo pros dois, mas ele sempre trata Miranda muito bem. Inclusive quando ela parece encantada por outros homens. Ou quando ela cansa de esperar que Gary entenda o que tá acontecendo e segue a vida. Pra ser bem sincera, eu me apaixonei mais pela Miranda do que pelo Tom assistindo a essa série hahahahahahhaa.

mas de jeito nenhum


Mas o interessante mesmo é explicar como é que LUCIFER, o próprio capeta, é um personagem masculino admirável. 

Cê vê: ele conhece Chloe e se interessa por ela. Ele tá acostumado a ser correspondido, mas neste caso não é. Ele tenta de todas as formas seduzir a mulher e ela permanece dizendo não. Um dia, chatyada, ela chega bêbada na casa dele, vai tirando a roupa e manda um eloquente ~me coma~. O QUE ELE FAZ? Bom, ele percebe que é uma mulher vulnerável e fora do juízo perfeito e apenas abraça-lha enquanto ela dorme.

VÉIO, SE O PRÓPRIO CRAMUNHÃO CONSEGUE RESPEITAR UMA MULHER, SABE? Não pode ser assim tão difícil!!1111


Então esse home certamente vai ser meu marido este ano.

NÃO

VOMO

A GENTE VIVER FELIZ PRA SEMPRE

ENTÃO COLOCA ESSE ANEL NO MEU DEDO E VAMO SER FELIZ, MAILOVE!111

FECHÔ <3

amorômetro: ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥


Sam Heughan


Como o amor nasceu: Eu tava lá doente, né? Aí eu tava com muitas horas livres no dia, por motivos que era de casa pro trabalho, do trabalho pra casa. Eu tinha prometido pra mim mesma que não veria Oulander antes de ler os livros, mas febres são capazes de derreter neurônios e a gente sair apertando play primeiro e pensando depois.

Eu não sabia que tinha viagem no tempo, 



mas foi só descobrir pra saber que eu tava perdida pra sempre.


Deixa eu falar uma coisa pra vocês: eu não sabia muita coisa sobre a história (percebe-se), além de que vinha de um livro. E eu não sabia quem tinha escrito o livro. Mas antes do meio da primeira temporada a gente já vê claramente que Jamie é um personagem escrito por uma mulher, porque ele é, atenção,

O MELHOR PERSONAGEM MASCULINO QUE JÁ EXISTIU.



Inclusive arrependida de não ter lido antes o livro, já torrando a mesada na Amazon. 

Jamie e Claire se conhecem no século XVIII, no meio da guerra entre Escócia e Inglaterra. A mulher vinda de duzentos anos no futuro tem um comportamento obviamente incompatível com a época em que ela está. Mesmo assim, Jamie, que deve ter uns 21 anos quando ela chega, se adapta muito rapidamente a ela. Tudo que ela faz é questionável para aquela sociedade, mas ele sempre racionaliza e segue em frente. Um dos melhores episódios é quando eles casam obrigados e outro é quando ela conta pra ele que veio do futuro. As reações do Jamie são MUITO irreais, porque toda vez que você pensa "é agora que o comportamento primitivo masculino vai se manifestar", vem um stuplash bem no meio da sua cara e Jamie é o homem perfeito outra vez.

Até dói um pouco aqui tentar evitar os spoiler tudo, porque essa série abala meu psicológico.

Nem tudo são flores



É claro que eventualmente, acontecem momentos de PUTA QUE PARIU, HOMEM!!11, porque homem sempre será uma bosta até quando for ótimo. Mas o sentimento geral é de que, se eu for obrigada a me relacionar com o sexo oposto novamente um dia, que seja um homi tipo James Alexander Malcolm MacKenzie Fraser. De kilt. Se é pra cruzar um corredor em direção a um altar, que seja isso me esperando na outra ponta:






Então vamo casar, amor da minha vida?


Então VEMK



(só não esquece que no caso é dona vaneça e seus dois marido etc)


MAS EU TIAMO!11 :)



Então é isso, Sam: você é o marido 2018 com quem eu andaria de mão dada na rua e alteraria o status do feicybuk!




amorômetro: ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥


Até ano que vem, amiguinhos!